Quarto e último suspeito de matar dentista no ABC é preso

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 30/04/2013 - 11h53

A polícia prendeu, na madrugada desta segunda-feira (29/04), o quarto e último suspeito de participar da morte da dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza, na semana passada, em São Bernardo do Campo, no ABC. Thiago de Jesus Pereira, de 25 anos, foi localizado pela polícia na casa de parentes, em Itapevi, na Grande São Paulo, por volta de 2h40.


O suspeito estava foragido e teve sua prisão temporária decretada no sábado (27/04). A Polícia Militar recebeu denúncia anônima sobre o paradeiro de Thiago que não reagiu no momento da prisão, mas tentou se passar por outra pessoa.


No 2º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, Thiago negou o crime, mas acabou confessando a participação no assalto a uma clínica dentária, na Avenida Padre Arlindo Vieira, no Parque Bristol, no dia 12 de abril. De acordo com o delegado titular do 2º DP, Roberto Bueno Menezes, Thiago entrou no consultório armado e junto com o grupo anunciou o roubo.


Após ser interrogado, ele foi encaminhado, por volta das 10h, para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Caetano do Sul.
Com a prisão de Thiago, a Polícia Civil disse que o caso “está esclarecido e todos os envolvidos detidos”.


A dentista de 47 anos foi queimada viva durante assalto ao consultório dela. O crime chocou o país já que os bandidos atearam fogo ao corpo da dentista porque ela só tinha R$ 30 na conta bancária. Cinthya morreu queimada.

 

Leia mais no Último Segundo:

 

Polícia prende quarto suspeito de assassinar dentista na Grande SP

 

Palavras-chave: dentista , queimada , viva , são bernardo do campo , grande são paulo , igsp , IGSP , consultório , profissional , bandidos , ladrões , ladrão , bandido , polícia , bando , dinheiro , vítima , investigações , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos