RJ: Pais de vítimas fazem mutirão na escola

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 11/04/2011 - 17h00

Um mutirão para limpeza e pintura das salas de aula onde aconteceu o massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, Reio de Janeiro, foi realizado nesta segunda-feira (11/04) por pais de vítimas e funcionários da escola.


Os pais dos alunos foram também buscar o material escolar abandonado pelos filhos durante o massacre e muitos decidiram transferir os filhos da escola. Já os alunos que sobreviveram temem voltar a estudar na escola em que seus colegas de turma foram mortos.


Para desfazer o cenário assustador, a escola começou a ser limpa. Um funcionário passou mal ao ver tanto sangue e as duas salas onde aconteceram as mortes não vão mais ter aulas. Entre as tentativas de evitar a evasão escolar, estão previstas reuniões com os pais e um ato ecumênico na quarta-feira.


A casa da família de Wellington Menezes, o autor dos disparos, foi pintada de branco em um apelo à paz. Ex-alunos da escola deram cara nova ao local, que foi destruído e pichado no fim de semana. Enquanto isso, o corpo de Wellington permanece no IML (Instituto Médico Legal).


Leia mais em Último Segundo:


Vizinhos pedem paz e pintam de branco muro da casa da família de atirador


Palavras-chave: wellington menezes de oliveira , colégio tasso da silveira , feridos , band , tiroteio em escola , escola tasso da silveira , ataque , estudantes , vizinhos , escola , rio de janeiro , atirador , rio , colégio , realengo , tiroteio , pintura , mortes , alunos , mortos ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos