Supremo reconhece união estável homossexual

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 06/05/2011 - 08h40

O STF reconhece a união estável entre homossexuais.


Com a decisão, casais do mesmo sexo passam a ter assegurados direitos como pensão e herança.

Por unanimidade, pelo placar 10 votos a 0, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceram a união estável para casais do mesmo sexo. A partir de agora, companheiros em relação homoafetiva duradoura e pública terão os mesmos diretos e deveres das famílias formadas por homens e mulheres.


O julgamento que reconheceu a união homoafetiva durou mais de 11 horas. Foi iniciado nesta quarta-feira e encerrado na noite desta quinta-feira. Além de representantes do Estado do Rio de Janeiro e do Ministério Público, que ingressaram com ações pelo reconhecimento dos casais no STF, diversos representantes de entidades que lutam pelos direitos dos homossexuais participaram do julgamento.


Os efeitos da decisão, no entanto, não são totalmente conhecidos, pois alguns não estavam formulados nas ações do governo do Rio de Janeiro e da Procuradoria-Geral da República, que foram em analisados pelo STF no julgamento de hoje.


Leia mais em Último Segundo:


Veja os direitos que os homossexuais ganham com a decisão do STF

Palavras-chave: homoafetiva , Supremo , STF , união estável , reconhecimento , união , família , , homossexual , sexo , casais ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos