Tempestades de poeira preocupam EUA

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 23/02/2011 - 13h11

Tempestades de poeira vêm aumentando de forma constante nas últimas duas décadas, prejudicando o planalto do Colorado e outras regiões do sudoeste americano.

Para os moradores, as tempestades já fazem parte da paisagem, mas não é assim que pensam os pesquisadores.

Segundo Paul Bohmann, especialista em qualidade do ar do Parque Nacional Mesa Verde, tudo está mais intenso e frequente. "Sempre houve o vento da primavera, mas nunca com tanta poeira com o do último ano”, garante.

Cientistas da Universidade de Colorado instalaram estações de monitoramento em cinco locais do sudoeste americano, incluindo a região das Montanhas de San Juan, para estudar o acúmulo de camadas de poeira por milênios até os dias atuais.

De acordo com os pesquisadores, há uma maior dispersão de sedimento como resultado da ação do homem por meio de usinas de carvão, pecuária, poços de gás e veículos motorizados.

Tudo isso afeta a poeira e provoca uma mistura perigosa.

Esses poluentes podem ser fatais, especialmente para pessoas com problemas respiratórios ou de coração.

Autoridades dizem que a poeira contaminada afeta mais e mais pessoas e provoca 80 mil mortes anuais.

Mas a mesma poeira que faz mal à saúde humana também traz vida à medida que leva nitrogênio e fosfato, fertilizando os campos do Colorado e de outros estados.

Leia notícias do Brasil e do mundo no Último Segundo.

ACOMPANHE AS NOVIDADES DA TViG PELO TWITTER: http://twitter.com/tvig









Palavras-chave: Colorado , tempestades , eua , poeira , Universidade do Colorado ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos