TOP 5: Crimes brutais de 2013

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 11/12/2013 - 18h02

Dentista é queimada viva na Grande SP
Em maio, bandidos invadiramo consultório de Cinthia Moutinho de Souza, de 47 anos.Ao verificar queCinthia tinha apenas R$ 30 na conta, os suspeitos resolveram atear fogo nadentista ainda viva. 

A polícia prendeu os suspeitos, entre eles ummenor de idade com marcas de queimadura naa mãos que confessou o crime.  

Caso família Pesseghini
  
Cinco pessoas da mesma família foramencontradas mortas na noite de 5 de agosto, dentro da casa onde moravam, naBrasilândia, zona norte de São Paulo.  

Entre os mortos, dois policiais militares — osargento Luis Marcelo Pesseghini, 40 anos, e a mulher dele, a cabo AndreiaPesseghini, 35 anos.  

O filho do casal, Marcelo Pesseghini, 13anos, também foi encontrado morto, assim como a mãe de Andreia, Benedita Bovo,65 anos, e a irmã de Benedita, Bernardete da Silva, 55 anos.

Um mês após o crime, a polícia recebeu cercade nove laudos que confirmavam a tese que o menino matou a família e depois sesuicidou.  

Pai mata família envenenada em Cotia
 
Em setembro, a polícia encontrou mortos emsua casa em Cotia, na Grande SP, o cabeleireiro Claudinei Pedrotti Júnior, suamulher Suelen Cristina da Silva, de 26 anos, e os filhos Pedro Henrique, de 7,e Vitória, de 2. Na parede da cozinha, um bilhete: “Desculpe,mas eu não consegui cuidar dos meus filhos.” 

A PM encontrou os corpos depois que vizinhossentiram mau cheiro.Sem sinais de violência no local, a políciasuspeita que as vítimas tenham sido envenenadas.   

Mãe esquartejada na mala em Santos
 
Em outubro, imagens divulgadas pela PolíciaCivil de Santos, no litoral de São Paulo, mostram ação de Carlos Macchione deSampaio, de 39 anos. 

O tradutor é suspeito de matar a própria mãeClaudia Macchione de Sampaio, de 74, e esconder o corpo em uma mala.  Câmeras do Edifício Caiçara, onde moravaa vítima, mostram Sampaio entrando no elevador com uma mala.  

Em seguida, passa pela portão, abandona amala na calçada, a poucos metros da praia e depois retorna. O tradutor foi preso e nega o crime.  

Caso Joaquim 
O menino Joaquim Ponte Marques, de três anos,sumiu do seu quarto em 5 de novembro, em Ribeirão Preto, no interior de SãoPaulo.  

Cinco dias depois, seu corpo foi encontradonas águas do Rio Pardo, na região de Barretos. Exame preliminar de necropsia apontou que ogaroto já estava morto antes de ser jogado no rio.  

A mãe Natália Ponte e o padrastoGuilherme Longo foram detidos por suspeita de cometer o crime.Em depoimento à polícia, a mãe contou tersido ameaçada por Longo quando ela pediu a separação após descobrir que eletinha voltado a usar drogas.

Palavras-chave: top 5 , séries TViG , série TViG , série exclusiva , séries exclusivas , crimes , brutais , crimes brutais em 2013 , chacina , envenenamento , dentista , queimada viva , grande são paulo , caso família pesseghini , cotia , pai , família , mãe , crime , mala , santos , esquartejamento , caso joaquim , menino joaquim , ribeirão preto ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos