Tribunal de Justiça anula decisão contra união gay em Goiás

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 22/06/2011 - 08h52

A corregedora-geral de Justiça de Goiás, desembargadora Beatriz Figueiredo Franco, anulou a decisão do juiz Jeronymo Pedro Villas Boas, da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal e de Registros Públicos de Goiânia, que, na sexta-feira passada (17/06), tornou sem efeito a escritura pública de união estável entre o jornalista Liorcino Mendes Pereira Filho e o estudante Odílio Cordeiro Torres Neto.


A desembargadora também abortou o plano de Villas Boas de tentar anular outros casamentos gays registrados em Goiânia.




A OAB de Goiás também preparava ontem uma reclamação contra o magistrado no Supremo Tribunal Federal (STF) por ele ter descumprido decisão que reconheceu a união gay como válida. A presidente da Comissão dos Direitos Homoafetivos da instituição, Chyntia Barcellos, disse que a decisão de Villas Boas revela preconceito contra a decisão do próprio STF.


Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: casamento , gay , desembargadora , união , anulação , homossexual , juiz , união estável ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos