Japoneses ganham Prêmio IgNobel na categoria Acústica

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Ciência | 21/09/2012 - 12h40

Chimpanzés são capazes de reconhecer uns aos outros olhando apenas fotografias de seus traseiros, aponta uma pesquisa bizarra na área de anatomia que levou o Ig Nobel 2012, o "lado B" do prêmio Nobel.


Outros nove estudos vencedores participaram de uma cerimônia na noite de quinta-feira (20/09) na Universidade Harvard, nos EUA.


O objetivo, segundo a organização do evento, é valorizar trabalhos que primeiro fazem rir, e depois pensar.


Outro estudo esdrúxulo veio da Rússia e ganhou o Ig Nobel da Paz, por transformar munição antiga em diamantes.


Levaram prêmios, ainda, um aparelho acústico que faz as pessoas ouvirem a própria voz enquanto falam e se confundirem, e uma pesquisa de neurociência que identificou atividade cerebral em um salmão já morto.


Outros dois autores se centraram nos cabelos: um trabalho de física observou as forças que atuam e dão forma a um rabo-de-cavalo, e um de química descobriu por que moradores de algumas casas da cidade de Anderslöv, na Suécia, ficaram com o cabelo verde. O motivo: o cobre do encanamento.


As demais áreas premiadas foram: dinâmica de fluidos (física), medicina, psicologia e literatura.


Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: universidade , acústica , macaco , japonês , estados unidos , harvard , japoneses , premiação , ciência , anatomia , ig nobel , nobel , trabalhos , zoomin , eua , lado b , prêmio , chimpanzé ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos