Mutação genética altera comportamento sexual de fêmea de roedores

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Ciência | 05/10/2012 - 14h39

Pesquisadores descobriram que uma mutação genética é capaz de aguça o desejo sexual de fêmeas de roedores e também provocar comportamentos agressivos, como a mutilação dos genitais dos machos.


O estudo da Universidade de Genebra foi iniciado quando os cientistas descobriram que algumas das cobaias machos tiveram seus órgãos sexuais externos amputados. A partir daí, os especialistas passaram a filmar o comportamento dos roedores durante a noite, o período de maior atividade sexual.


Desta forma, as gravações revelaram que algumas fêmeas, com um tipo específico de mutação no gene Hoxd10 (do grupo de genes HoxD), tinham seus instintos sexuais aguçados de forma incomum, chegando, inclusive a atacar os machos.


Leia a matéria completa no Último Segundo:


- Mutação genética altera comportamento sexual de fêmea de roedores


Palavras-chave: agressividade , desejo , roedores , universidade , animais , machos , sexual , comportamento , sexo , ciência , genebra , fêmeas , gene ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos