Ativistas do Occupy são removidos de praça em Washington

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Economia | 06/02/2012 - 14h46

No final de semana (04 e 05/02), a polícia de Washington fez valer a lei que proíbe acampamentos na capital americana. Mas os manifestantes do movimento Occupy ("Ocupem", em português) se rebelaram contra a decisão.


A polícia de choque retirou todos os que estavam na praça McPherson, a poucas quadras da Casa Branca, a residência presidencial - o Serviço Nacional de Parques já tinha avisado várias vezes que ia colocar em vigor a proibição.


A operação foi considerada pela polícia como a "remoção de um incômodo". Pelo menos seis pessoas foram presas durante a retirada dos manifestantes.


Os ativistas estavam acampados na Freedom Plaza e na praça McPherson desde outubro de 2011. Eles protestam contra a desigualdade de renda, a ganância corporativa e o que consideram um sistema tributário injusto, que favorece os mais ricos.


Apesar da remoção, muitos militantes prometeram continuar dormindo nas calçadas ou a buscar abrigos em lugares como igrejas.


Logo após a operação de remoção dos acampamentos, o governo do Distrito de Columbia, onde fica a capital americana, fez a limpeza da praça.


Leia mais notícias sobre o movimento Occupy em iG Economia.

Palavras-chave: Casa Branca , corporações , manifestação , protesto , praça , manifestações , corporativa , remoção , Freedom Plaza , Estados Unidos , manifestantes , economia , salários , taxas , empresas , ganância , DC , tributos , capital , desigualdade , Ocupem , retirada , militantes , parques , ativistas , bancos , Reuters , crise , EUA , corporativo , Occupy , protestos , impostos , tributação , praças , McPherson , renda , movimento , Washington , parque , McPherson Square ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos