Bancos espanhóis nacionalizados receberão R$ 100,7 bilhões em empréstimo

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Economia | 29/11/2012 - 16h59

A injeção de capital para os quatro bancos espanhóis nacionalizados (Bankia, Caixa Catalunya, Novagalícia e Banco de Valencia) será de 37 bilhões de euros (o equivalente a R$ 100,7 bilhões), a quase totalidade do empréstimo destinado ao setor financeiro espanhol, de "40 bilhões de euros", afirmou nesta segunda-feira (26/11) o ministro da Economia espanhol Luis de Guindos.


O ministro fez o anúncio dois dias antes de o vice-presidente da Comissão e titular de Competitividade, Joaquín Almunia, apresentar o plano de resgate do asfixiado setor bancário espanhol.


O programa detalhará as condições que devem ser aplicadas para cada uma das quatro entidades, assim como o capital definitivo que cada uma delas deve receber.


Será preciso somar os fundos que serão destinados ao "banco podre", que acumulará os ativos tóxicos dos bancos espanhóis, e para as entidades que não estejam controladas pelo estado e que precisam de capital.


O ministro evitou dizer quantas demissões e fechamentos de unidades serão necessários para que a Comissão Europeia torne efetiva a reestruturação dessas entidades, mas deixou claro que os bancos disporão de um prazo de cinco anos para aplicar as reduções do porte exigido por Bruxelas.


Leia mais em iG Economia.

Palavras-chave: crise , espanhóis , zoomin , fundo , ministro , bancos , investimento , euro , europa , banco , união europeia , zona do euro , espanhol , fundo , dinheiro , econômica , espanha , empréstimo , zona ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos