Bolsas asiáticas reagem após pacote

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Economia | 05/03/2009 - 08h25

O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, anunciou um pacote de estímulo econômico de 4 trilhões de iuanes (US$ 585 bilhões) e assegurou que a China "poderá manter o crescimento econômico em torno de 8%" em 2009.

Wen fez essas declarações em discurso na sessão anual da Assembleia Nacional Popular (ANP), principal órgão legislativo chinês.

O premiê pediu que se lute perante as "árduas" tarefas em 2009 e assim se "mantenha o crescimento econômico" da China, que em 2008 foi de 9%, o mais baixo desde 2001.

O primeiro-ministro reconheceu que 2009 "será o ano mais difícil para o desenvolvimento econômico da China" desde o novo milênio, e que a taxa de crescimento é baseada nas "necessidades do país e suas capacidades".

Palavras-chave: crise , crescimento , economia , ásia , pacote , china , econômico , bolsas ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos