Falta de articulação obrigou governo a buscar plano B para medidas provisórias

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Economia | 29/05/2013 - 20h11

Papo na Redação: Ressentimento da base aliada com o Palácio do Planalto dificultou a aprovação das medidas provisória 601 e 605, que tratam da desoneração da folha de pagamento e do desconto na conta de luz. Falta de quórum em sessão da Câmara foi classificada como “vexame” pelo presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB). O governo está, agora, sendo obrigado a embutir a 605 na medida provisória que desonera itens da cesta básica. Já o futuro da medida 601 é incerto.

Palavras-chave: palácio do planalto , pmdb , brasília , papo na redação , mp , medidas provisórias , henrique eduardo alves ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos