Mercado vive tensão após queda global de bolsas

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Economia | 07/08/2011 - 13h46

A Bolsa de Valores de Tel Aviv, uma das poucas a abrir negociações aos domingos, caiu 6% e deixou um mau presságio antes da reabertura dos principais centros financeiros na segunda-feira (08/08).


Para os dirigentes e banqueiros, é hora de buscar alternativas globais para acalmar o mercado financeiro.


O G20, que reúne as principais economias globais, realizou uma conferência telefônica de emergência na manhã deste domingo (07/08).


Já os líderes do G7, grupo que inclui Alemanha, Estados Unidos, Japão, França, Canadá, Itália e Grã-Bretanha - tentam encontrar uma resposta global à crise da dívida na zona do euro e à degradação da nota dos Estados Unidos.


Para a zona do euro, a trégua foi curta. Apenas duas semanas após uma cúpula de emergência, os europeus precisam tomar novas decisões: o Conselho de Governadores do Banco Central Europeu deve realizar nesta tarde uma reunião extraordinária. Uma das propostas que está na mesa, mas que ainda não foi confirmada, seria a compra de títulos do governo da Itália, a quarta maior economia da União Europeia e a bola da vez da crise.


Leia mais em iG Economia:


G20 avalia plano para evitar ruptura nos mercados


Palavras-chave: Tel Aviv , desvalorização , global , reunião , EUA , bolsa , zona do euro , crise , euro , mercado financeiro , economia , AFP , bolsa de valores , mercado , G20 ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos