Papo na redação: Avianca mantém interesse na TAP

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Economia | 24/07/2013 - 18h55


Tarcisio Gargioni, vice-presidente de Marketing e Comercial da companhia aérea, diz que espera as novas regras do governo português para definir se fará nova oferta pela empresa

O desempenho do mercado aéreo está sempre atrelado ao comportamento do Produto Interno Bruto (PIB). Com uma estimativa de crescimento econômico entre 2,5% e 3% para este ano, as companhias aéreas brasileiras trabalhavam com uma previsão de 8%. No primeiro semestre, no entanto, as vendas ficaram estagnadas. Mas a Avianca está bem mais otimista em relação à concorrência. Segundo Tarcisio Gargioni, vice-presidente de Marketing e Comercial, nos primeiros seis meses de 2013 as vendas aumentaram 36%.

Em entrevista ao iG, o executivo explica o motivo que tem levado a companhia a crescer bem acima da concorrência: o serviço de bordo e as aeronaves. Com mais espaço entre as poltronas e entretenimento de bordo individual, a Avianca tem conseguido se descolar dos competidores. Diante de uma situação confortável no mercado interno, a Avianca mantém no radar a possibilidade de se tornar dona da companhia aérea portuguesa TAP. O processo de venda da empresa começou no ano passado, mas foi interrompido pelo governo de Portugal. Segundo Gargioni, dependendo "das regras desse segundo jogo", a Avianca pode voltar à disputa. 

Palavras-chave: avianca , tarcisio gargioni , vice-presidente de Marketing e Comercial da avianca , papo na redação , paula pacheco , companhia aérea , tap ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos