64 anos de Hiroshima

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 06/08/2009 - 17h41

Famílias japonesas de vítimas do atentado de 11 de setembro confeccionaram mais de 10 mil tsurus - origamis de garças - nesta quinta-feira em Nova York para lembrar o 64º aniversário dos bombardeios atômicos sobre Hiroshima e Nagasaki.

"Existem fortes vínculos entre o 11 de Setembro e Hiroshima, já que há vítimas dos bombardeios atômicos que perderam familiares no World Trade Center (WTC).

Há muitas vítimas inocentes da violência em qualquer parte do mundo", disse a curadora da exposição do Tribute WTC Visitor Center, Meriam Lobel.

Segundo a tradição japonesa, as coloridas dobraduras de papel, que desde setembro de 2007 decoram as escadas do museu, são um símbolo pacifista.

Junto às dez mil peças de origami se encontram também algumas das séries de tsurus que, após os atentados terroristas, dezenas de pessoas deixaram ao redor da Zona Zero para homenagear as vítimas.

Entre as elaboradas peças da arte japonesa destaca-se uma de cerca de dois centímetros, obra da menina Sadako Sasaki, que morreu aos 12 anos vítima de leucemia após ficar exposta às radiações dos bombardeios de Hiroshima em 1945.

"No Japão, acredita-se que ao se completar uma série de mil tsurus, um desejo se tornará realidade, e Sadako fez 1.300 em seu empenho por superar a leucemia", disse a representante da Sociedade Japonesa, Kazuko Minamoto, em um ato no qual se respeitou um minuto de silêncio em homenagem às vítimas de Hiroshima.

Veja Fotoshow sobre o assunto.

Palavras-chave: aniversário , japoneses , descendentes , Hiroshima , Bombardeios , homenagem ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos