Abdullah denuncia fraude no Afeganistão

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 26/08/2009 - 07h34

Momentos antes do anúncio dos primeiros resultados das eleições afegãs, o candidato Abdullah Abdullah denunciou uma "fraude maciça" a favor do atual presidente, Hamid Karzai, e qualificou de "farsa" a apuração dos votos. "Devemos evitar e deter as irregularidades", afirmou o principal rival de Karzai, que disse confiar em que não haverá uma explosão de violência se os resultados não são críveis.

Em sua residência em Cabul, sentado em uma pequena poltrona e rodeado de retratos de um sorridente Ahmed Xá Massoud, o líder da resistência antitalibã assassinado na véspera do 11 de setembro, Abdullah mostrou a Efe um feixe de cédulas. Todas elas estão marcadas com a mesma caneta na casinha do atual presidente, que segundo as enquetes partia com uma ampla vantagem no pleito. "Estas cédulas nem sequer chegaram a ser usadas. Foram trazidas por um trabalhador da Comissão esta manhã e é só um exemplo. Mas há centenas de livros de votos como este que sim entraram nas urnas", afirmou o tadjique Abdullah, membro da segunda etnia afegã mais numerosa.

Palavras-chave: afeganistão , Abdullah , afegã , eleições , eleição ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos