Amputado cruza o estreito de Bering a nado

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 20/08/2012 - 15h08

Philippe Croizon, de 44 anos, é quadruplamente amputado. Não tem braços nem pernas e usa barbatanas na parte inferior do corpo para nadar mais rápido.


Acompanhado pelo nadador de longa distância Arnaud Chassery, 36 anos, Croizon cumpriu, no gelado estreito de Bering, a quarta etapa do desafio intercontinental "Nadar pelas fronteiras", destinado a promover a "igualdade e a fraternidade entre todos os homens, com ou sem deficiência".


Philippe Croizon nadou os quatro quilômetros entre a ilha de Pequena Diomede, no Alasca, EUA, continente americano, e as águas territoriais russas, ao largo da ilha da Pequena Diomede, já no continente asiático.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: continente , amputação , asiático , estados unidos , nado , continentes , amputado , francês , bering , estreito , nadadeiras , pernas , união , ásia , próteses , eua , rússia , nadador , reuters , braços , philippe croizon , natação , prótese ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos