Atirador que matou 77 é formalmente acusado de terrorismo

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 08/03/2012 - 14h02

O extremista de direita Anders Behring Breivik, autor dos ataques que mataram 77 pessoas em junho de 2011 na capital da Noruega, foi acusado formalmente de cometer um "ato de terrorismo" e "homicídios voluntários", anunciou a justiça norueguesa nesta quarta-feira (7/03).


As acusações o tornam passível de uma pena de 21 anos de prisão ou detenção em segurança (pena renovável caso seja considerado perigoso), a menos que seja considerado penalmente inimputável, situação em que é internado em um hospital psiquiátrico, possivelmente pelo resto da vida.


Em 22 de julho de 2011, vestido como um policial, Breivik, de 33 anos, abriu fogo indiscriminadamente durante quase uma hora contra uma reunião de jovens do partido trabalhista numa ilha de Utoeya, próxima de Oslo, pouco depois de ter explodido uma poderosa bomba diante da sede do governo norueguês.


A ata de acusação foi lida para Breivik no presídio de Ila, próximo de Oslo, onde ele se encontra atualmente em prisão provisória, à espera do início do processo, previsto para 16 de abril.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: hospital , Reuters , Noruega , internação , vítimas , juiz , acusação , noruegueses , atirador , Oslo , vítima , Utowya , bomba , extremista , morte , homicídio , tribunal , homicídios voluntários , terrorista , julgamento , tiros , governo , mortes , prisão , explosão , ataques , extremista , ataque , ilha , psiquiátrico , tiro , Anders Behring Breivik , justiça , homicídios , terrorismo , norueguês ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos