Autoridades montam esquema de segurança inédito para posse de Obama

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 15/01/2009 - 09h21

O esquema de segurança para a posse de Barack Obama como presidente dos Estados Unidos, ato que deverá ser acompanhado por mais de dois milhões de pessoas e para o qual o público começou a receber suas entradas nesta quarta-feira, está dando trabalho às autoridades.
Como se trata da chegada ao poder do primeiro negro eleito para governar os Estados Unidos, o centro de Washington deverá receber na próxima terça-feira um número de pessoas jamais visto em uma posse presidencial. Segundo cálculos das autoridades, além dos dois milhões de pessoas que acompanharão Obama jurar o cargo no Capitólio, outras 300 mil deverão ver de perto o desfile em carro aberto que ele fará até sua futura residência, a Casa Branca. Além disso, mais 500 mil pessoas são esperadas no domingo no monumento a Abraham Lincoln, onde acontecerá um megaconcerto de boas-vindas a Obama. O serviço secreto diz que até o momento não foram detectados indícios de uma ameaça terrorista específica, mas ainda assim a mobilização das autoridades é inédita em uma cidade tão acostumada a conviver com poderosos. A segurança para a posse de Obama está sendo coordenada pelo serviço secreto, mas o esquema montado envolve 57 agências federais e locais. Além disso, 23 subcomissões trabalham com possíveis incidentes, de explosões a distúrbios de ordem pública. Ao todo, oito mil policiais - 25% a mais que o total mobilizado para a posse de Bush em 2005 - serão distribuídos pela cidade a partir de sexta-feira.

Palavras-chave: Barack Obama , obama , segurança , washington , ensaio , posse ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos