Brasileiros são rejeitados em aeroporto

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 09/02/2009 - 09h52

Ao todo, 1.157 passageiros foram detidos no aeroporto de Barajas durante o ano de 2008 pelos 392 policiais que trabalham no posto fronteiriço no qual foram detectadas 6.125 falsificações e 11.886 pessoas tiveram negada a entrada em território espanhol.


Os dados são do Ministério do Interior da Espanha. Alfredo Pérez Rubalcaba, titular da pasta, realizou uma visita ao aeroporto de Barajas, que qualificou como a "primeira fronteira" da Espanha. Segundo ele, neste local trabalha-se "muito bem e de maneira eficaz". Em 2008, a maioria das pessoas que tiveram negada a entrada é de cidadãos brasileiros, com cerca de 2.500 entradas recusadas; seguidos por paraguaios, com mais de 1.400; e venezuelanos, com cerca de 800. Rubalcaba assegurou que enquanto as pessoas ficam retidas em Barajas, a Polícia informa às respectivas embaixadas sobre a estadia em Madri destas pessoas, que podem falar com seus consulados.

Palavras-chave: aeroporto , barajas , barrados , brasileiros , espanha , migração ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos