China inaugura primeira padaria para cães

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 20/05/2011 - 15h32

Agora, os cães chineses podem comer mais que ração. Em Pequim, funciona a primeira padaria do país especializada em alimentos para cachorros.


Os animais de estimação não comem qualquer gororoba. Os biscoitos, por exemplo, são preparados com ingredientes encontrados em qualquer supermercado, de boa qualidade.


Segundo a proprietária da Paopao, os bolos de cenoura, abóbora e batata-doce vendem feito água. Isso soa paradoxal em um país em que algumas pessoas ainda comem carne de cachorro.


Apesar da mordomia canina, a China ainda está a anos-luz dos gastos dos europeus com seus pets. No Reino Unido, por exemplo, os donos de animais de estimação gastaram US$ 12 milhões (R$ 19,3 milhões), só em ração, em um dos poucos setores que continuaram em crescimento, após a recessão que se instalou em 2008.


Tudo isso é novidade na China. Há 40 anos, ter um cachorro na China era considerado ilegal pelo regime comunista de Mao Tse-Tung. O líder supremo da Revolução dizia que ter animais era um passatempo burguês e o alimento escasso devia ser dirigido à população.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o Mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: cães , alimentação , reuters , pets , bolos , crescimento , cachorros , biscoitos , recessão , china , padaria , animais de estimação , animal , ração ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos