Ciclone com ventos de 200 km/h coloca Fiji em alerta

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 17/12/2012 - 12h16

Milhares de pessoas fugiram nesta segunda-feira (17/12) para centros de evacuação em Fiji durante a passagem do ciclone Evan. O fenômeno causou cortes de energia e enchentes pelo país.


A tempestade de categoria quatro atingiu a ilha principal Viti Levu com ventos de mais de 200 km/h, que derrubaram árvores, bloquearam estradas e cancelaram voos neste popular destino turístico.


Mas, segundo as autoridades de Fiji, não houve relatos de vítimas fatais até a noite desta segunda-feira (17/12), ao contrário do que aconteceu em Samoa, onde o ciclone matou pelo menos quatro pessoas e deixou outros dez desaparecidos na semana passada.


Uma porta-voz do governo declarou que os planos de emergência parecem funcionar, inclusive a operação para remover centenas de turistas de resorts de luxo para outras ilhas.


Apesar do bom andamento das medidas de emergência, as autoridades continuam em alerta. A tempestade deve ainda castigar a costa oeste de Viti Levu durante a madrugada.


Evan pode ser o fenômeno meteorológico mais forte a atingir Fiji desde o ciclone Kina, que matou 23 pessoas e deixou milhares de desabrigados em 1993.


Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: evacuação , desabrigado , ventos , reuters , tempestade , enchentes , pacífico , morador , tempestades , evan , fiji , ilha , enchente , vítima , ciclone , alerta , moradores , desabrigados , ilhas ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos