Cidade chinesa promete indenizar vítimas

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 09/07/2009 - 09h14

A menor presença de militares e mais carros circulando nas ruas, que nos últimos dias estavam praticamente desertas, parecem indicar que a normalidade está voltando à cidade chinesa de Urumqi, onde a Prefeitura prometeu indenizar as vítimas dos conflitos étnicos.

Os serviços de transportes foram restabelecidos e os habitantes da cidade, capital da região autônoma de Xinjiang, se atrevem pouco a pouco a sair de casa após vários dias de pânico e brigas entre chineses da etnia han (majoritária) e uigures.

Também foi retomado o serviço nos postos de gasolina, embora dez deles, danificados nos incidentes violentos do fim de semana passado, precisarão de reparos.

O governo da cidade prometeu que arrecadará cerca de 100 milhões de iuanes (US$ 14,6 milhões) para atender às vítimas dos incidentes de domingo, em que morreram, segundo fontes oficiais, 156 pessoas.

Do exílio, os uigures dizem que as vítimas chegam a 800.

Palavras-chave: Urumqi , chinesa , indenizar , vítimas , cidade , promete ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos