Conflitos afetam a educação do Quênia

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 04/08/2009 - 09h46

Dois anos atrás, o Quênia foi sacudido por violência étnica após as eleições presidenciais.

Os conflitos diminuíram, mas divisões tribais continuam vivas.

Perto de Eldoret, no oeste do país, crianças da etnia Kalenjin e Kikuyu costumavam ir às escolas juntas. Hoje, isso acabou.

De acordo com especialistas, esta segregação pode ter impacto na educação da nova geração, que cresce ainda mais ciente das diferenças.

Acompanhe as notícias do Brasil e do mundo no Último Segundo.

Palavras-chave: educação , Quênia , conflitos , Segregação , Diferenças , crise ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos