Costa do Marfim vive impasse político

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 30/03/2011 - 12h58

Quatro meses após a disputada eleição presidencial na Costa do Marfim, parece não haver uma saída para o impasse político em que 460 pessoas, segundo as Nações Unidas, morreram desde dezembro de 2010.


Apesar do resultado dos votos ter apontado um outro vencedor, Laurent Gbagbo insiste em se manter no poder.


Quatro meses depois da eleição – em que a comunidade internacional reconheceu Alassane Ouattara como o novo presidente – a família Gbagbo ainda reside no palácio em Abidjan e não mostra qualquer sinal de que pretende sair.


Simone Gbagbo, mulher do atual presidente, é a maior defensora do marido. No domingo passado (27/03), a primeira-dama foi a anfitriã de um evento político-religioso em homenagem aos partidários de seu marido.


Simone subiu ao palco para denunciar o que ela considera ser uma perseguição a Laurent e seu país, promovida pela Onu, França, Estados Unidos e pelo vencedor das eleições, Alassane.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: mundo , primeira-dama , laurent gbagbo , marido , vencedor eleição , simone gbagbo , eleições , presidente , áfrica , eleição , esposa , ganhador , impasse , afp , vencedor eleições , costa do marfim , atual presidente , mulher , presidente eleito , impasse político , presidência , alassane quattara , política , vencedor ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos