Crimeia convoca referendo para aderir à Rússia

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 07/03/2014 - 11h48

Legisladores da região da Crimeia, na Ucrânia, decidiram nesta quinta-feira (6/03) realizar um referendo em 16 de março para saber se a província deve incorporar-se à Rússia. “Essa é a nossa resposta à desordem e anarquia em Kiev”, disse Sergei Shuvainikov, membro da Assembleia Legislativa da Crimeia. “Nós mesmos vamos decidir nosso futuro.”

O Parlamento na Crimeia, região que já tem um certo grau de autonomia na Ucrânia, aprovou o referendo com 78 votos favoráveis e oito abstenções. Os eleitores também poderão escolher entre continuar a fazer parte da Ucrânia, mas com a ampliação dos poderes locais.

O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseniy Yatsenyuk, caracterizou a decisão dos legisladores da Crimeia como ilegítima, enquanto uma autoridade da União Europeia (UE) alertou que os resultados de qualquer referendo não serão reconhecidos pelo Ocidente. Nos EUA, uma autoridade graduada do governo Obama também questionou a legitimidade do referendo, afirmando que a não inclusão do "governo legítimo" da Ucrânia em quaisquer decisões sobre o futuro da região estratégica viola a lei internacional.


Leia mais em Último Segundo:

Crimeia, na Ucrânia, convoca referendo para aderir à Rússia

Palavras-chave: ucrânia , ucraniano , polícia , ucranianos , ucraniana , praça da independência , kiev , praça , desocupação , polícia , tropa de choque , ativistas , ativista , manifestação , manifestantes , manifestante , protesto , protestos , refém , polícia , kiev , crimeia , libertação , referendo , rússia , zoomin ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos