Despejo de ciganos irlandeses vira batalha no Reino Unido

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 20/10/2011 - 14h38

Policiais e moradores do maior acampamento "ilegal" da Grã-Bretanha, o Dale Farm, a 40 quilômetros de Londres, se enfrentaram nesta quarta-feira (19/10) quando as forças de segurança entraram no local para desalojar os moradores.


Policiais, oficiais de justiça e escavadeiras cercaram o acampamento, em que vivem 200 ciganos, e entraram no local, seguidos por muitos jornalistas.


Muitos militantes, vários deles com os rostos cobertos, criaram barricadas para tentar conter o avanço dos policiais.


A polícia informou que tentou negociar com os manifestantes para obter o desalojamento pacífico, mas que ante a violência prendeu uma pessoa e utilizou uma pistola elétrica Taser contra dois ativistas.


A energia elétrica do acampamento foi cortada, o que interrompeu o funcionamento de aparelhos médicos de vários idosos, segundo os ciganos.


Quase 200 pessoas, pertencentes a uma das comunidades ciganas da Irlanda, vivem neste terreno de 2,4 hectares perto de Basildon, uma cidade moderna ao leste de Londres.


Os moradores alegam que são proprietários do terreno, mas o município alega que os trailers foram instalados em uma zona verde e que não pode receber construções.


A prefeitura ofereceu aos moradores residências sociais, mas a maioria rejeitou. Os residentes afirmam que desejam viver de acordo com seu tradicional modo de vida comunitário em caravanas.


Os residentes de Dale Farm travam uma longa batalha para evitar a expulsão e já receberam apoio de várias personalidades, incluindo a atriz Vanessa Redgrave.


Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: ilegal , ciganos , terreno , cigano , Londres , protesto , Reuters , fazenda , confronto , conflito , Inglaterra , Reino Unido , despejo , proprietários , Irlanda , polícia , violência , irlandeses , acampamento , Dale Farm ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos