Diplomata venezuelano é preso em caso de assassinato no Quênia

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 31/07/2012 - 11h32

A polícia do Quênia prendeu o diplomata venezuelano Dwight Sagaray como parte da investigação pelo assassinato da encarregada de negócios da Venezuela no país, Olga Fonseca.


A encarregada de negócios estava interinamente no cargo de embaixadora e foi encontrada morta em sua residência oficial na sexta-feira.


De acordo com a polícia, ela foi estrangulada, e o motivo não está claro.


Sagaray, primeiro secretário da Embaixada da Venezuela, foi preso no sábado, e a polícia do Quênia pediu a um tribunal nesta segunda-feira que o mantenha em custódia por mais 14 dias para concluir a investigação.


Leia mais notícias do Brasil e do Mundo no Último Segundo.

Palavras-chave: investigação , Olga Fonseca , morte , Quênia , Dwight Sagaray , reuters , funcionário , Venezuela , encarregada de negócios , Nairóbi ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos