EUA: Justiça questiona licença de usina

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 25/03/2011 - 11h46

Preocupada com a crise nuclear em Fukushima, no Japão, a justiça americana está questionando a licença para operar a usina nuclear de Oyster Creek – a mais antiga dos Estados Unidos.


Oyster Creek fornece energia para o estado de Nova Jersey desde 1969, mas o desastre em Fukushima, no Japão, levantou questões sobre seu futuro.


O que preocupa são as 737 toneladas de combustível irradiado, que assim como em Fukushima, é armazenado sobre o reator, e em caso de derretimento, esse acidente poderia se transformar em uma catástrofe.


A Oyster Creek tem autorização para manter as barras de combustível irradiado no topo até 2079. Esse tipo de combustível também pode ser encontrado embaixo, no solo, em barris secos – um sistema de armazenamento que preocupa o prefeito de Ocean Township, Joseph Lachawiec.


O lixo nuclear dos 104 reatores nos Estados Unidos deveria ser enterrado em Yucca Mountain, no deserto de Nevada. Mas o presidente americano, Barack Obama, abandonou esse projeto devido à oposição local. E as usinas foram autorizadas a armazenar o próprio lixo por mais 30 anos.


Desde que assumiu, Obama aponta a energia atômica como uma alternativa para reduzir a dependência sobre o petróleo estrangeiro. O presidente tem aliados. Greg Jaczko, presidente da Comissão de Regulamentação Nuclear dos EUA, acredita que o combustível irradiado pode ser armazenado em segurança com o atual sistema.


Mas a crise nuclear no Japão forçou autoridades a reexaminar a segurança no setor – e um tribunal federal pediu aos reguladores que justifiquem a renovação da licença para operar de Oyster Creek, citando o caso de Fukushima como fator preocupante.

A atitude da Justiça americana foi comemorada por estes ativistas. Há cinco anos eles lutam para fechar a usina.


“A realidade é que todos os reatores Mark 1 têm sérios defeitos. Nos Estados Unidos, temos 23 deles e há muitos outros no mundo todo”, afirmou Jeff Brown, da Federação do Meio Ambiente de New Jersey.


Leia mais notícias sobre a usina de Fukushima em:


Japão investiga possível dano em núcleo de reator de Fukushima


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: americanos , usina , americano , EUA , Nova Jersey , reatores nucleares , radioatividade , Estados Unidos , AFP , armazenamento , americanas , usina nuclear , estado Nova Jersey , licença , investigação , energia nuclear , americana , mundo , energia atômica , Justiça , justiça , Oyster Creek , radiação , contaminação , crise , ativistas , lixo nuclear , usina Oyster Creek , explosão , juízes , reator nuclear , operação , Fukushima , Japão , Barack Obama , estado , meio ambiente , usina nuclear Oyster Creek , reatores , questionamento , presidente ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos