Ex-presidente filipina declara inocência em julgamento por fraude eleitoral

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 23/02/2012 - 14h29

A ex-presidente filipina, Gloria Macapagal Arroyo, se declarou inocente nesta quinta-feira (23/02) no início do julgamento que enfrenta por suposta fraude nas eleições legislativas de 2007, delito pelo qual pode ser condenada à prisão perpétua.


Arroyo, detida em 18 de novembro, foi conduzida por soldados das forças de segurança ao Tribunal de Pasay, em Manila. Ela está sob detenção em um hospital militar desde que o Ministério da Justiça considerou que existia o risco de que fugisse das Filipinas.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: prisão , filipina , Gloria Macapagal Arroyo , Reuters , inocência , julgamento , condenação , Arroyo , perpétua , eleição , tribunal , Filipinas , inocente , presidente , ex-presidente , juiz , eleições , fraude , fraude eleitoral ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos