Fotojornalista egípcio filma a própria morte ao gravar conflito

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 10/07/2013 - 14h17

Ahmed Samir Assem, fotojornalista egípcio de 26 anos, gravava imagens de atiradores nas manifestações em frente à sede do exército no Egito quando um deles se vira para ele e atira em sua direção; neste momento a gravação para, indicando a falência do autor das imagens.

Amigos e colegas ouvidos pelo jornal Daily Telegraph não têm dúvidas de que Assem foi baleado pelo atirador registrado. Fato ocorreu na segunda-feira, (08/07). 

Na última segunda-feira, mais de 50 pessoas morreram em um ataque que a Irmandade Muçulmana atribui ao Exército e, este último, a terroristas armados.

Leia mais em:
Veja imagens da crise no Egito após a deposição do islamita Morsi 

Palavras-chave: egito , manifestações , fotógrafo , morte , política , conflito , arma , registro , tiro , mira , vídeos da internet , exército ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos