Francesa condenada a 60 anos poderá ser libertada

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 09/03/2012 - 13h26

Um juiz do Supremo Tribunal do México propôs libertar uma cidadã francesa que cumpre uma pena de 60 anos de prisão por sequestro, nesta quinta-feira (08/03).


Na sua moção o juiz Arturo Zaldivar, acredita que foram negados os direitos fundamentais a Florence Cassez, de 37 anos.


Zaldivar afirma ainda que o julgamento não foi justo,

que as declarações das testemunhas de acusação

não são confiáveis e que a acusada não foi levada perante um procurador imediatamente após ter sido presa, nem lhe foi permitida assistência consular.


O caso provocou consternação na França e Nicolas Sarkozy teve negado o pedido de transferência de Cassez para uma prisão francesa.


Uma junta de cinco juízes do Supremo Tribunal do México irá votar na próxima semana a moção de Arturo Zaldivar. A aprovação de três deles será suficiente para que Florence Cassez seja libertada.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: juiz , presa , transferência , mexicano , tribunal , prisão , mexicana , francesa , sequestro , direitos , acusação , julgamento , Nicolas Sarkozy , consulado , Florence Cassez , França , diplomacia , detida , detenção , Reuters , libertação , México , ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos