Fukushima: Acidente tão grave quanto Chernobyl

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 12/04/2011 - 14h55

As autoridades do Japão afirmaram nesta terça-feira (12/04) que o acidente nuclear de Fukushima situa-se no mesmo nível de gravidade do desastre de Chernobyl, ocorrido há 25 anos, embora destacando que a radiação emitida pela central japonesa é menor que a registrada na explosão da usina ucraniana.


A Tepco, companhia que opera a central de Fukushima, no Japão, liberou imagens dos reatores 3 e 4 e fotos do momento em que o tsunami atingiu a usina no dia 11 de março.


As autoridades do Japão anunciaram uma mudança na classificação do acidente da central, elevando o nível de alerta de 5 para 7, o mais alto da Escala Internacional de Incidentes Nucleares e Radiológicos – o mesmo de Chernobyl.


O governo reconhece que a situação na central nuclear continua instável, um mês depois do acidente.


A Tepco está tentando conter a propagação da radiação, depois de conseguir fechar um vazamento que lançava água altamente contaminada diretamente no oceano.


Leia mais em Último Segundo:


Japão eleva alerta de crise nuclear para nível máximo


Operadora de usina no Japão poderá ter de pagar até R$ 41 bilhões

Palavras-chave: central nuclear , reator , reatores , fukushima , explosões , radiação , chernobyl , tepco , contaminação , tsunami , terremoto , vazamento , tragédia , gravidade , acidente , explosão , japão , acidente nuclear , ucrânia , tremor , energia atômica , usina nuclear , afp , radioatividade ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos