Icebergs se dispersam pelo Oceano

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 18/02/2009 - 08h05

Um bloco de 14 mil quilômetros quadrados se desprendeu da plataforma de gelo Wilkins, na península Antártica, como "consequência do aquecimento global".

Os gigantescos icebergs começam a se dispersar pelo Oceano Antártico, informou nesta terça-feira o Conselho Superior de Pesquisas Científicas espanhol (CSIC).

Uma equipe de pesquisadores do CSIC analisa, desde o domingo passado, a bordo da embarcação de pesquisa oceanográfica Hespérides, o impacto do evento sobre o ecossistema do Mar de Bellingshausen (a oeste da península Antártica).

Segundo os cientistas, o desprendimento e a fragmentação do enorme bloco de gelo produzirá um consequente aumento do nível do mar.

O pesquisador do CSIC Jordi Dachs disse que estão sendo constatadas evidências de uma produção biológica muito elevada na região onde que está recebendo os gelos libertados. "A presença de fauna é muito abundante, com a maior concentração de baleias jubarte e focas-leopardo que encontramos até o momento. Além disso, detectamos concentrações muito baixas de CO2 na água marinha, o que sugere que o aumento de penetração da luz e os materiais liberados pelos icebergs fertilizam o oceano", afirmou.

A plataforma Wilkins é uma grande superfície permanente de gelo sobre o mar localizada a sudoeste da península Antártica, a uma distância de cerca de 1.600 quilômetros do continente americano. Nos últimos 50 anos, a península Antártica experimentou o maior aumento de temperatura registrado no planeta: 0,5 grau centígrados por década.

Palavras-chave: antártico , Icebergs , aquecimento , gelo , aquecimento global , oceano ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos