Intérprete do funeral de Mandela é investigado

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 14/12/2013 - 08h38

O sul-africano Thamsanqa Jantjie, de 34 anos, ganhou os holofotes na última terça-feira (11/12) após participar como intérprete de sinais na cerimônia de homenagem a Nelson Mandela, em Johanesburgo, na África do Sul.

Acusado de ser um impostor, Jantjie defendeu-se alegando ter sofrido um "episódio esquizofrênico" e que estava "alucinado e ouvindo vozes". As declarações foram dadas à imprensa sul-africana.

Crédito: SBT Brasil

Leia mais em Último Segundo:

Intérprete de sinais culpa esquizofrenia por má atuação em cerimônia de Mandela







Palavras-chave: nelson mandela , morte , ex-presidente , áfrica do sul , mandela , apartheid , infecção pulmonar , líder , polítco , sul-africano , sbt , intérprete , sinais , linguagem de sinais ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos