Iraniana perdoa homem que a cegou com ácido

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 01/08/2011 - 13h20

Em 2004, a jovem iraniana Ameneh Bahrami ficou cega e desfigurada por Majid Mohavedi, que lhe atirou ácido no rosto, depois que ela recusou um pedido de casamento.


Quatro anos depois o tribunal condenou o agressor à lei de Talião, autorizada pela legislação do Irã, conhecida como "olho por olho, dente por dente", que exige um castigo igual ao crime cometido.


No entanto, a jovem de 30 anos resolveu renunciar à execução do castigo, no último minuto antes de ser aplicado, lembrando uma passagem do Corão sobre o valor do perdão.


Ameneh Bahrami exigiu, contudo, uma indenização para ajudar nos gastos com as cirurgias.


Leia mais notícias do Brasil e do Mundo no Último Segundo.

Palavras-chave: casamento , vingança , perdão , sentença , Reuters , lei islâmica , Ameneh Bahrami , pedido , iraniana , agressão , ácido , cega ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos