Italiano e belga são libertados após sequestro na Síria

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 09/09/2013 - 11h29

O jornalista italiano Domenico Quirico e o professor e escritor belga Pierre Piccinin da Prata, foram libertados após serem sequestrados na Síria no início de abril, disseram autoridades neste domingo (08/09).

Quirico, um repórter veterano do diário "La Stampa" com longa experiência em relatar conflitos na África e no Oriente Médio, entrou na Síria em 6 de abril, mas desapareceu quatro dias depois.

"Nós nunca perdemos a esperança e todos os esforços feitos nos últimos anos foram coroados com sucesso", disse o primeiro-ministro Italiano, Enrico Letta, em comunicado, confirmando que os dois homens foram libertados e estavam a caminho da Itália.

A notícia foi confirmada pelo Twitter pelo primeiro-ministro belga Elio Di Rupo, que disse que divida sua emoção e alívio com a família dos homens.

Não havia nenhuma informação imediata sobre quem foi o responsável pelo sequestro dos dois homens, cujos relatos mostram que estavam viajando juntos quando foram levados.

A libertação acontece em meio a crescentes tensões internacionais sobre a guerra civil na Síria, que tem um custo estimado de 100 mil vidas. O presidente Bashar al-Assad é acusado por muitos países ocidentais pelo uso de armas químicas e os Estados Unidos e a França estão considerando uma ação militar em resposta.

Leia mais notícias sobre a Síria em Último Segundo.

Palavras-chave: síria , armas químicas , arma química , onu , intervenção , militar , nações unidas , italiano , belga , jornalistas , libertação , sequestro , zoomin ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos