Japão declara ilegal entrada na zona de evacuação de Fukushima

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 21/04/2011 - 14h11

O Japão declarou nesta quinta-feira ilegal a entrada em um raio de 20 quilômetros da usina nuclear de Fukushima Daiichi, a partir de onde foram retiradas 80 mil pessoas que aguardam em refúgios temporários até que o futuro deles seja decidido.


A proibição entrará em vigor a meia-noite desta quinta-feira (12h de Brasília), como anunciou o primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan, durante uma visita à província de Fukushima na qual pediu "a compreensão" das comunidades retiradas de suas casas.


No território transformado em zona de exclusão, viviam 80 mil pessoas antes do devastador tsunami de 11 de março, que desencadeou uma grave crise nuclear ao paralisar o sistema de refrigeração da central de Daiichi.


Leia mais no Último Segundo:


Japão anuncia zona de exclusão legal em torno da usina de Fukushima

Palavras-chave: usina nuclear , radiação , Fukushima , tsunami , Japão , exclusão , , zona ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos