Jornalistas espanhóis são libertados de cativeiro na Síria

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 31/03/2014 - 12h21

Dois jornalistas espanhóis, sequestrados em setembro de 2013 na Síria por um grupo armado ligado à Al Qaeda, foram libertados neste final de semana (30/03), depois de seis meses de cativeiro.

O veterano repórter Javier Espinosa, chefe do escritório do Oriente Médio do jornal "El Mundo", e Ricardo Vilanova, fotógrafo freelancer, chegaram à capital espanhola a bordo de um jato excecutivo do governo espanhol, menos de 24 horas depois telefonar da Turquia dizendo que estavam livres e fora de perigo.

Antes de ganhar a liberdade, Espinosa e Vilanova estavam em uma longa lista de jornalistas que foram sequestrados enquanto cobriam o conflito na Síria, que, de acordo com organizações de defesa da imprensa, tornou-se o país mais perigoso no mundo para repórteres.

Palavras-chave: jornalistas , espanha , espanhóis , sequestro , cativeiro , síria , al qaeda , zoomin ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos