Ladrões roubam sangue do papa João Paulo II em igreja italiana

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 28/01/2014 - 08h36

Ladrões invadiram uma pequena igreja nas montanhas a leste de Roma durante o fim de semana e roubaram um relicário que continha o sangue do papa João Paulo II, afirmou uma guardiã do local nesta segunda-feira (27/01).

Franca Corrieri disse que descobriu uma janela quebrada no domingo de manhã e chamou a polícia. Quando os policiais entraram na pequena igreja de pedra, perceberam a falta do relicário de ouro e de um crucifixo.

João Paulo II, que morreu em 2005, amava as montanhas da região de Abruzzo, a leste de Roma. Alguma vezes ele escapava secretamente do Vaticano para caminhar e esquiar na área e rezar na igreja.

O polonês João Paulo, cujo papado durou 27 anos, deve ser santificado pela Igreja Católica em maio, fazendo com que o relicário se torne mais peculiar e valioso.

Em 2011, o ex-secretário particular de João Paulo, o cardeal Stanislaw Dziwisz, presenteou a comunidade local de Abruzzo com um pouco do sangue do pontífice, como símbolo do amor sentido por ele pela região montanhosa.

O sangue foi depositado em um recipiente de ouro e vidro e mantido em um nicho na pequena igreja de San Pietro della Ienca, perto da cidade de L'Aquila.


Crédito: SBT Brasil

Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.


Palavras-chave: papa joão paulo II , papa , sangue , roubo , ladrões , igreja , italiana , itália , ex-secretário , amostra , furto , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos