Malawi acusa Madonna de ´bullying`

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 12/04/2013 - 11h41

A presidenta do Malawi Joyce Banda voltou a atacar a cantora Madonna. Após mais uma visita da artista ao país africano, na semana passada, Joyce disse que Madonna é "chantagista" e que promove "bullying".

 

A cantora voltou a visitar a terra natal de seus filhos para acompanhar o progresso de seu projeto de construção de dez escolas comunitárias. Na ocasião, a diva pop teria pedido uma audiência com a maior autoridade do país por meio de uma carta escrita à mão.

 

De acordo com comunicado assinado por Joyce, Madonna queria que o governo do Malawi "estendesse um tapete vermelho" e "fizesse uma salva de vinte e um tiros em sua honra".


Sem poupar críticas e ironia, a presidente disse achar "estranho e deprimente" a aparente intenção da cantora de receber agradecimentos por ter adotado duas crianças no país: David e Mercy. "A bondade, até onde se sabe, é gratuita e anônima", dizia a presidente na declaração. "Se (a bondade) não pode ser livre e silenciosa, é outra coisa. Chantagem é o mais próximo a que se chega", criticou.

Palavras-chave: madonna , cantora , pop , música , governo , malawi , maláui , presidenta , crítica , críticas , comunidade , adoção , filhos , filho , bullying , chantagem , construção , escolas , comunitárias , reuters ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos