Manifestante chinesa é presa em Pequim, após protesto inusitado

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 08/11/2012 - 12h04

Nesta quarta-feira (07/11), uma manifestante foi presa em Pequim, após tentar protestar no primeiro dia do Congresso do Partido Comunista.


A mulher que estava na Praça da Paz Celestial jogou um monte de papéis para o alto e começou a gritar: "Sinto falta dele, sinto muita falta dele". Segundos depois, a polícia deteve a jovem e o cinegrafista que registrava a cena.


Após o incidente, a segurança foi reforçada no local em que mais de dois mil delegados do Partido Comunista se reúnem para decidir quem será o novo presidente da China.


Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: presidente , praça , partido comunista , prisão , manifestantes , paz celestial , chinês , chinesa , chineses , protesto , protestos , reuters , congresso , manifestante , ativistas , chinesas , praça da paz celestial , pequim , manifestação , delegados , china , ativista , detenção ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos