Marcha de movimento alemão anti-Islã é cancelada por ameaça de ataque

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 20/01/2015 - 13h09

Uma marcha do movimento anti-Islã alemão Pegida prevista para segunda-feira (19/01) na cidade de Dresden foi cancelada devido a uma ameaça concreta de um ataque contra um de seus líderes na manifestação semanal, disse a polícia de Dresden neste domingo (18/01).

Confirmando o anúncio feito na página do Pegida no Facebook, um porta-voz da polícia de Dresden disse que foi imposta uma "proibição geral" a todas as reuniões públicas na segunda-feira. Isso inclui o grupo que se autodenomina "Europeus patrióticos contra a islamização do Ocidente".

"A polícia em Dresden recebeu informações de uma ameaça concreta contra a marcha semanal do Pegida", disse a polícia de Dresden em comunicado, citando informações obtidas do escritório criminal federal da Alemanha BKA eo escritório criminal da Saxônia.

"Assassinos foram chamados para se misturar entre os manifestantes do Pegida e matar um dos indivíduos que lideram a marcha", disse a polícia. O chamado interceptado era "semelhante a um tuíte em Árabe chamando manifestantes do Pegida de inimigos do Islã".

A marcha do Pegida da última segunda-feira, dia 12, atraiu um recorde de 25 mil pessoas, seguindo-se ao ataque islamita à revista francesa Charlie Hebdo em Paris.

Palavras-chave: alemanha , anti-islã , islâmicos , estado islâmico , pegida , jihadistas , zoomin ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos