Marroquinos pedem paz em Marrakech, após o atentado

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 09/05/2011 - 15h43

Milhares de marroquinos se reuniram pela paz onde fica o café Arganá, em Marrakech, destruído por um atentato terrorista no dia 28 de abril.


A polícia prendeu três suspeitos do ataque que matou 17 pessoas, incluindo oito cidadãos franceses.


Segundo as autoridades, o principal suspeito é membro da Al-Qaeda. Ele chegou a se disfarçar de hippie para entrar na cafeteria para colocar as duas bombas que, mais tarde, foram detanadas remotamente.


A facção local da Al-Qaeda, no Magreb islâmico (o norte-africano), negou a autoria do atentado.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: ataque , marrakesh , al-qaeda , terrorista , população , manifestação , terrorismo , marrakech , café , reuters , atentado , argana , terroristas , cafeteria , marrocos ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos