Mordomo: uma profissão do passado mas com muito futuro

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 01/11/2012 - 23h08

A demanda por mordomos ao estilo da série de TV "Downton Abbey" disparou e fez o serviço dos tradicionais criados ingleses voltar à moda, sobretudo entre endinheiradas famílias da China, da Rússia e do Oriente Médio.


Um mordomo bem treinado pode ganhar até US$ 240 mil por ano (o equivalente a R$ 480 mil).


"As pessoas endinheiradas de países como a China procuram o que não têm para conseguir prestígio. Querem impressionar seus convidados e amigos com o rótulo de um mordomo inglês", explica Sara Vestin Rahmani, diretora da Bespoke Bureau, uma agência de formação e recrutamento de serviçais de alto nível.


A demanda por mordomos desta agência, que empregou 350 deles nos últimos 12 meses, duplicou em 2012 com relação ao anterior e quadruplicou em comparação com 2010. Seus cursos, que são realizados a cada três meses, não têm mais vagas até janeiro de 2014.


Vestin explica que os britânicos precisam de dinheiro para manter mordomos, uma figura que no Reino Unido fica reduzida aos hotéis de luxo e à realeza, mas muitas famílias estrangeiras que vivem em Londres os querem "desesperadamente".


Um mordomo no Reino Unido ganha entre 30 mil libras (o equivalente a R$ 94 mil) e 80 mil (o equivalente a R$ 256 mil) anuais dependendo da experiência e fora do país podem ganhar até 150 mil libras (o equivalente a R$ 480 mil), de acordo com Vestin.

Palavras-chave: passado , britânico , ricos , china , profissão , aristrocracia , emergentes , britânica , reuters , profissão , trabalho , remuneração , mordomos , oriente médio , futuro , rússia , empregado , mordomo ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos