Morre a vencedora do prêmio Nobel, a queniana Wangari Maathai

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 26/09/2011 - 14h12

A ativista queniana Wangari Maathai, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz em 2004, morreu neste domingo (25/09) vítima de câncer, anunciou nesta segunda-feira (26/09) o movimento fundado por ela, o Greenbelt (Cinturão Verde). Wangari tinha 71 anos e deixa três filhos e uma neta.


Wangari foi a primeira mulher aficana a receber o Nobel da Paz, um reconhecimento a seu trabalho com o Greenbelt, fundado em 1977. Principal projeto de plantio de árvores na África, o movimento busca promover a biodiversidade e, ao mesmo tempo, criar empregos para as mulheres. Desde sua fundação, o movimento ajudou a plantar quase 40 milhões de árvores na África.


Em 2004, quando o Comitê Nobel de Oslo anunciou a concessão do prêmio a Wangari, destacou sua posição "à frente da luta para promover um desenvolvimento ecológico, que seja viável socialmente, economicamente e culturalmente, no Quênia e na África".


Leia mais em Último Segundo:


Morre a vencedora do prêmio Nobel, a queniana Wangari Maathai

Palavras-chave: queniana , prêmio Nobel , vítima , vencedora , morte , Wangari Maathai , ativista , africana , prêmio , África , Reuters , Quênia , câncer , prêmio , Nobel ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos