Morte de Bin Laden fortalece reeleição de Obama

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 04/05/2011 - 15h27

A decisão do presidente americano, Barack Obama, de autorizar a arriscada operação na qual o líder extremista Osama Bin Laden foi capturado e morto pode representar um fator positivo na batalha política contra os republicanos, que já estão de olho nas eleições de 2012 e sempre criticaram as políticas de segurança nacional do presidente.


O inimigo número um dos Estados Unidos foi capturado e morto sob o comando do presidente americano. A execução de Bin Laden não é garantia de reeleição para Obama, mas especialistas afirmam que o jogo vai mudar para os republicanos.


“O discurso de seus oponentes deve mudar. Diziam que os Estados Unidos não estavam sendo fortes na guerra contra o terror, usavam esse argumento contra Obama. Mas isso não pode mais ser usado. A credibilidade do presidente como um homem forte e poderoso acaba de aumentar”, afirma Steven Clemons, membro da New American Foundation.


Muitos americanos enxergam a morte do líder da Al-Qaeda como uma vitória bem-vinda em tempos difíceis. Obama não adotou uma postura de arrogância e pediu unidade política.


Mas o presidente tem ainda 18 meses para tratar de muitos desafios, principalmente os relacionados a economia, antes que os eleitores decidam ou não lhe conceder as rédeas mais uma vez.


Leia mais em Último Segundo:


Obama é maior vitorioso com a morte de Bin Laden

Palavras-chave: republicanos , presidente , reeleição , eleições , democratas , osama bin laden , afp , bin laden , terrorismo , obama , al-qaeda , estados unidos , osama , terrorista , eleições 2012 , eua , morte , barack obama , terroristas ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos