Índia liberta prisioneiro mais velho da história do país

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 20/06/2011 - 12h18

A Justiça da Índia libertou o prisioneiro mais velho de toda a história do país. Brij Bihari Pandey, 108 anos, foi condenado por homicídio quando tinha 84 anos de idade. A informação foi confirmada neste sábado por fontes oficiais.


Pandey, um sacerdote hindu, foi solto na sexta-feira por um tribunal do Estado de Uttar Pradesh, que acatou um pedido que alegava o precário estado de saúde do condenado.


"Cada dia que se passava, ficava mais difícil cuidar do prisioneiro de 108 anos. Apresentamos um pedido para que ele fosse solto e o tribunal concordou", explicou S.K Sharma, superintendente do presídio de Gorakhpur, localizado a 300 km da cidade de Lucknow, capital do estado.


Para Sharma, sua libertação se deu por "questões humanitárias". Em 1987, quando tinha 84 anos, Pandey e mais 15 comparsas - a maioria sobrinhos e outros membros de sua família - assassinaram 15 pessoas em uma disputa envolvendo a herança de uma instituição religiosa hindu.


Ele foi condenado em 2009 e enviado para o presídio de Gorakhpur, mas por vezes precisou sair e ser levado a um hospital, onde passou longas temporadas internado por problemas de saúde.


Saiba mais em Último Segundo.

Palavras-chave: mais velho , condenado , libertação , Índia , hindu , condenação , idoso , justiça , prisioneiro , liberdade , homicídio , 108 anos , polícia ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos