Nova Zelândia: Pinguins-azuis sofrem com La Niña

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 20/05/2011 - 14h46

Na Nova Zelândia, pinguins-azuis estão surgindo mortos nas praias e muitos culpam o fenômeno climático La Niña pelas mudanças no clima e pela escassez de alimentos. Mas, felizmente, dezenas dos pequenos pinguins encontraram agora um novo lar, no qual se alimentam e recebem cuidados profissionais.


A menor espécie de pinguin no mundo é comum nas costas de Nova Zelândia e Austrália. Isso significa que barcos podem ser uma ameaça à sua sobrevivência, tanto quanto o derretimento do gelo para seus parentes na Antártica.


O International Antarctic Centre na Nova Zelândia é lar para 24 pinguins resgatados, como Elvis, que é totalmente cego. Assim que termina o almoço, um novo membro chega ao centro.


Mal-nutrido, Elvis não foi capaz de desenvolver suas penas, e, por isso, não consegue se manter aquecido e à prova d’água no mar. O fenômeno La Nina provocou escassez de alimentos e, em dezembro, 18 pinguins-azuis apareceram mortos nas praias neozelandesas.


Shireen Helps, um guia de ecoturismo, diz que 90% dos recém-nascidos não sobreviveram.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o Mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: mortos , mortes , falta , nova zelândia , pinguim , escazzes , alimentos , alimentação , morte , pinguim-azul , la niña , mundo animal , pinguins-azuis , vida selvagem , fauna , AFP , sobrevivência , meio ambiente ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos