Obama propõe cortes nos gastos

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 15/02/2011 - 13h46

O presidente Barack Obama propôs na segunda-feira (14/02) um corte nos gastos da União para reduzir progressivamente o déficit americano, estipulando um forte incremento da receita fiscal.

O orçamento proposto por Obama para 2012 é de US$ 3,7 trilhões (R$ 6,19 trilhões). O valor cobre desde as despesas com as guerras até os programas de bem-estar social.

A proposta se baseia no crescimento econômico que ajudaria a reduzir o déficit do Produto Interno Bruto (PIB) em 7%. Mas essa medida significaria um ano mais apertado para todos os americanos.

As medidas incluem a eliminação progressiva da redução de impostos para os mais ricos, o corte de isenções de impostos a empresas de energia e em programas para os mais carentes e estudantes.

“O único meio de investir em nosso futuro é fazer com que nosso Estado viva de acordo com os meios de que dispõe”, disse o presidente dos EUA.

O congressistas republicanos acreditam que o plano é mais uma proposta mal calculada de Obama, que não resolverá o problema orçamentário do país.

O orçamento é o ponta pé inicial do que promete ser uma longa disputa este ano entre a Casa Branca e os republicanos, que controlam a Câmara dos Representantes - o equivalente à Câmara dos Deputados no Brasil.

A oposição ao presidente já atacou, exigindo o corte de US$ 60 bilhões (R$ 100 bilhões) nos gastos para 2011.

Em março, os republicanos devem apresentar uma contraproposta para o orçamento de 2012, quando deve ter início mais uma grande batalha política entre governo e oposição.

Leia notícias do Brasil e do mundo no Último Segundo.

ACOMPANHE AS NOVIDADES DA TViG PELO TWITTER: http://twitter.com/tvig



Palavras-chave: eua , estados unidos , orçamento , congresso , Barack Obama , republicanos ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos